Futebol na Rede

  • G+
  • Facebook
  • Twitter
  • Feed

Brasileirão Série A

- . |

Brasileirão Série A

Brasileirão 2019: quem será o vencedor?

 
No passado dia 22 de fevereiro, a CBF anunciou o calendário completo da edição de 2019 do Campeonato Brasileiro de futebol. Os jogos começarão a 27 de abril e terminarão a 8 de dezembro. Na primeira rodada, o campeão Palmeiras irá enfrentar o Fortaleza, campeão da série B.
VAR: a grande novidade
O sistema de árbitro de vídeo será a grande novidade para o Brasileirão desse ano. De acordo com Alício Pena Júnior, vice-presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, a utilização do novo sistema de arbitragem irá seguir “nos mesmos moldes da Fifa”. A federação mundial do esporte já tornou o sistema oficial, dependendo agora de cada país a decisão de implementar ou não.
Como se sabe, haverá uma equipe de 7 pessoas trabalhando em uma sala reservada, incluindo um árbitro de vídeo e dois assistentes, que poderão acionar o árbitro se entenderem necessário, apenas em erros claros ou situações importantes, como um possível gol, pênalti ou cartão vermelho. O árbitro também pode pedir ajuda ao VAR sempre que necessário. Seja como for, a decisão final cabe sempre ao árbitro.
 
Quem será o vencedor?
Esta é, claro, a grande pergunta que todos fazem. Até porque a resposta pode vale muito dinheiro; as notícias de apostas esportivas já vão refletindo que um bom número de apostadores quer apontar a um prêmio grande como esse. Nem todos os times terão as mesmas hipóteses, mas muitos sonham com uma hipótese. Afinal, dos 20 times que estarão participando na edição de 2019 do Campeonato Brasileiro de futebol, 14 deles já venceram a competição pelo menos uma vez.
O “blog do Perrone” apontou Palmeiras e Flamengo como grandes favoritos, por sua organização e pela continuação de um trabalho que vem dando frutos nos últimos tempos. Já o Corinthians, de acordo com o blogueiro, deverá seguir em mais um ano de recuperação e reestruturação. Depois de todos os problemas da última temporada, parece difícil que o Timão recupere a distância para adversários como o Verdão e o Rubro-Negro, que já têm pelo menos seu “trabalho de casa” completamente feito.
Para os outros grandes clubes cariocas, esta época não apresenta grandes perspectivas. Fluminense, Vasco e Botafogo não apresentam grandes argumentos (em jogadores ou em organização técnica) que permitam esperar aquilo que pareceria um milagre. O mesmo acontece com o Santos, onde o técnico argentino Sampaoli não parece ter jogadores de qualidade suficiente para atacar o campeonato nacional.
A imprevisibilidade da maratona
É certo que o Peixe está se dando bem na série A do Paulista, mas as exigências do Brasileirão são de outra ordem. A série principal do campeonato brasileiro é uma grande maratona, onde cada time enfrenta 38 intensas batalhas, contra todos os maiores clubes do Brasil. Até as deslocações implicam um gerenciamento diferente do esforço. Um time pode começar com toda a força mas faltar aquela dinâmica que é indispensável para as últimas dez jornadas. Por isso o resultado é sempre mais imprevisível do que qualquer campeonato estadual.
Palmeiras: deca ou hexa?
Ainda nem todo o mundo deixou a polêmica sobre se o título do Palmeiras em 2018 foi seu sexto (hexa) ou décimo (deca) titulo. Os quatro campeonatos conquistados pelo Alviverde na década de 1960, antes da consagração de um verdadeiro formato oficial para o campeonato nacional de clubes, não são levados na devida conta por todos seus rivais. Mas a verdade é uma só: a Taça Brasil e o Torneio Rio-São Paulo (o Robertão) tinham, na época, o objetivo de encontrar qual seria o campeão nacional, o vencedor do campeonato mais difícil. Ao tornar as estatísticas oficiais, a CBF só veio confirmar um fato histórico.
Assim, se o Palmeiras vencer de novo em 2019, será… undeca (11).

MAIS NOTICIAS - BRASILEIRÃO SÉRIE A